11. Resenhas de livros inventariados


Consulte as fichas dos livros seleccionando as ligações abaixo:

ABREU, Jaime d’ (1912). Julgamento de Um Jornalista no Tribunal Marcial de Cabeceiras de Basto.

AUTOR ANÓNIMO [presumiivelmente CAETANO, Marcelo] (1968). “O Direito” e a Imprensa Portuguesa.

AZEVEDO, Luís Marinho (1644). Apologia militar en defensa de la victoria de Montijo contra las relaciones de Castilla, y gazeta de Genoba, que la calumniaron mordaces, y la usurpan maliciosas.

BALSEMÃO, Francisco Pinto (1971). Informar ou Depender?

BAPTISTA, Jacinto (1966). Um Jornal na Revolução. “O Mundo” de 5 de Outubro de 1910.

BARBOSA, António (1968). Relações Entre o Vaticano II e a Opinião Pública no Seu Tempo. Conferência Proferida no Seminário Maior do Porto no Encerramento da 1ª Exposição da Imprensa Diária Nacional em 19 de Maio de 1968.

BARROS, Pedro Amor Monteiro (1944). Emídio Navarro. Separata de Discursos Pronunciados na Sessão Comemorativa dos Centenários de Anselmo de Andrade e de Emídio Navarro.

BASTO, Artur de Magalhães (1940). Três Fases do Jornalismo Portuense. Separata do Boletim da Câmara Municipal do Porto, n.º 2, Setembro de 1939.

BESSA, Alberto (1904). O Jornalismo. Esboço Histórico da Sua Origem e Desenvolvimento Até aos Nossos Dias.

BORGES, França. (1900). A Imprensa em Portugal (Notas dum Jornalista).

BRAMÃO, Alberto (1899) O Jornalismo: Conferência Realizada na Sede da Associação dos Jornalistas de Lisboa

BRANCO, Capitão José Vieira (1938). Subsídios para a História da Imprensa Algarvia de 1833 aos Nossos Dias.

BRUNO, Sampaio (1906). Os Modernos Publicistas Portugueses.

CARNEIRO, Alexandre Lima (1955). Imprensa Periódica Tirsense (1882 – 1954).

CUNHA, Alfredo (1913). O Portuense Sousa Viterbo. Elogio Lido na Sessão Solene no Ateneu Comercial do Porto em 29 de Dezembro de 1913.

CUNHA, Alfredo (1914). O Diário de Notícias. A Sua Fundação e os Seus Fundadores.

CUNHA, Alfredo (1929/1930). O Tricentenário da Publicação do Primeiro Periódico Português. As Relações de Manuel Severim de Faria e as Gazetas da Restauração. Comunicação Que o Sócio Correspondente sr. Alfredo da Cunha fez na Sessão da 2ª Classe em 10 de Abril de 1930. Separata do Boletim da Academia das Ciências de Lisboa, nova série, vols. I e II: 358-371.

DIÁRIO DE NOTÍCIAS (1925). Diário de Notícias: O Grande Jornal Português.

DIAS, Raul Neves e EÇA, Filipe Gastão de Almeida (1957). A Imprensa Periódica em Moçambique (1854-1954).

FERRÃO, Francisco António Fernandes da Silva (1850). O Uso e Abuso da Imprensa ou Considerações Sobre a Proposta de Lei Regulamentar do § 3 do art.º 145º da Carta Constitucional.

FERREIRA, Rafael. (1945). Nos Bastidores do Jornalismo. Memórias de Rafael Ferreira.

FERRO, António (1949). Imprensa Estrangeira.

FERRO, António (1950). Problemas da Rádio 1941-1950.

FILHO, Aníbal Matos (1965). A Moderna Imprensa Médica Portuguesa.

FRAGA, Gustavo (1958). As Técnicas de Informação e o Pensamento Contemporâneo.

FREIRE, João Paulo (1934). Pela República. Dois Anos de Luta ao Parapeito do “Diário da Noite”.

FREIRE, João Paulo (1939). O Diário de Notícias. Da Sua Fundação às Suas Bodas de Diamante. Escôrco da Sua História e das Suas Efemérides. Edição Comemorativa das Bodas de Diamante do Diário de Notícias.

GALRÃO, Carlos (1937). Concelho de Mafra. Imprensa Regional. Comunicação Apresentada ao Congresso Nacional da Imprensa Regionalista.

GAMA, Eurico (1956). Jornalismo Campomaiorense.

GAMBOA, Hipólito (1822). A Corcundice Explicada Magistralmente…

GÂNDARA, Alfredo (1956). A Imprensa Regional ao Serviço da Nação.

GASTÃO, Marques (1959). A Nobre Condição do Jornalista Diante da Literatura.

GODINHO, José Magalhães (1971). Lei de Imprensa. Crítica ao Projecto e Proposta Apresentados à Assembleia Nacional e Respectivos Textos.

GODINHO, José Magalhães (1974). Liberdade de Imprensa. Conferência.

GOMES, Luís F. (1925). Jornalistas do Porto e a Sua Associação. Porto: Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto.

GONÇALVES, José Júlio (1964). A Informação em Angola. Elementos para o Seu Estudo.

GONÇALVES, José Júlio (1965). Leis da Informação. Portugal: 1627-1965.

GONÇALVES, José Júlio (1966). A Informação na Guiné, em Cabo Verde e em São Tomé e Príncipe.

GONÇALVES, José Júlio (1966/1967). A Informação nas Províncias do Oriente. Elementos para o Seu Estudo. Separata de Províncias Portuguesas do Oriente: Curso de Extensão Universitária (1966/67).

GONÇALVES, José Júlio (1972). Os Meios de Comunicação Social à Luz da Sociologia.

GONÇALVES, José Júlio (1972). Efeitos dos Modernos Meios de Comunicação nas Sociedades Plurais. Separata de Boletim Cultural da Guiné Portuguesa, nº 27.

GRACIAS, José António Ismael (1880). A Imprensa em Goa nos Séculos XVI, XVII e XVIII. Apontamentos Histórico-Bibliográficos.

LOPO, Júlio de Castro (1964). Jornalismo de Angola. Subsídios para a Sua História.

LOPO, Júlio de Castro (1965). Algumas Coisas Sobre Jornalismo.

LÚPI, Luís C. (1956). A Imprensa e a Revolução Nacional.

LÚPI, Luís C. (1958). A Informação e a Formação da Opinião Pública no Ultramar Português.

NEVES, João Alves (1969). Pêro Vaz de Caminha, Poeta e Repórter.

NOGUEIRA, Henrique (1945). Jornalismo Médico e Publicidade. Separata Jornal do Médico, 5.

NORONHA, Eduardo (1912). O Passado. Reminiscências Anedóticas de Tempos Idos.

NORONHA, Eduardo (1913). Vinte e Cinco Anos nos Bastidores da Política. Emídio Navarro e as Novidades. A Sua Vida e Sua Obra Política e Jornalística.

NUNES, Joaquim António (1962). Jornais, Homens e Factos de Portimão. Estudos Algarvios, 8.

OLIVEIRA, Américo Lopes (1969). Jornais e Jornalistas Madeirenses.

OLIVEIRA, Maurício (1973). Diário de Um Jornalista.

OLIVEIRA, Zacarias (1956). A Imprensa Católica. Conferência Lida em Fátima no 1º Encontro nacional da UCIDT.

PACHECO [PAXECO], Óscar (1964). Pequena História de Um Grande Jornal. I Congresso do Diário de Notícias.

PEREIRA, A. Xavier da Silva (1895). O Jornalismo Português. Resenha Cronológica de Todos os Periódicos Portugueses Impressos e Publicados no Reino e no Estrangeiro Desde o Meados do Século XVI Até à Morte do Saudoso Rei Senhor D. Luís I, Bem Como os Jornais em Língua Estrangeira Publicados em Portugal Durante o Mesmo Tempo. Extraída do Dicionário Jornalístico Português.

PEREIRA, A. Xavier da Silva (1897). Os Jornais Portugueses. Sua Filiação e Metamorfoses. Notícia Suplementar Alfabética de Todos os Periódicos Mencionados na Resenha Cronológica do Jornalismo Português Recentemente Publicada Pelo Mesmo Autor e Agora Correcta e Aumentada.

PEREIRA, Joaquim Acúrcio (1960). Homenagem a Eduardo de Noronha.

PINTO, (António) Silva (1872). Sobre a Questão da Imprensa. Aos Jornalistas Futuros.

PORTELA, Artur (1943). Os Mortos Falam.

PORTELA, Artur (1953). Norberto de Araújo: O Jornalista e o Escritor.

PORTUGAL, José M. Boavida (1949). A Vida Complexa e Grandiosa do Jornal.

PORTUGAL, José M. Boavida (1954). Uma Nova Ética da Informação.

QUADROS, Luís (1949). Falta Uma Escola de Jornalismo em Portugal?

REIS, Fernanda (1943). O Jornalismo Colonial na Metrópole.

ROCHA, Hugo (1946). Jornalistas.

TENGARRINHA, José (1965). História da Imprensa Periódica Portuguesa.

VIEIRA, Custódio José (1850). A Imprensa e a Resistência Legal. Dever de Todos os Cidadãos e Principalmente dos que Protestaram Contra a Lei Repressiva da Liberdade de Imprensa.


______________________________________________________________________________________________________________

O projecto de Teorização do Jornalismo em Portugal: Das Origens a Abril de 1974  é realizado com o apoio financeiro da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, através de fundos estruturais da União Europeia, designadamente do FEDER, e de fundos nacionais do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

 
          

      

Subpáginas (163) Ver todas